Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Terapias



Sábado, 30.01.16

Pug, o cão preferido das celebridades e da realeza

No documentário sobre a sua vida, The Last Emperor, o estilista Valentino (na foto) afirma a certa altura: "Eu não me importo com a colecção, os meus cães são mais importantes." No filme, os verdadeiros protagonistas são os seis mimados pugs do designer italiano, que vão com ele para todo o lado e que têm nomes começados por M.



Os cães aparecem a dormir em cima de vestidos de alta-costura, no ateliê, a correr pelos jardins das propriedades na Suíça, França e Itália, a fazer chichi para cima do material dos fotógrafos, a andar de jacto privado ou a brincar com as muitas estrelas da moda e de Hollywood que frequentam o iate de Valentino Garavani. Monty, Maude, Margot, Maggie, Molly e Milton (que morreu o ano passado) são tratados com todos os mimos. Têm um carro com motorista só para eles e um assistente para lhes lavar os dentes e os escovar.

Os pugs sempre foram cães privilegiados. Já no ano 200 antes de Cristo dormiam no colo dos imperadores chineses da dinastia de Han. Estes cães, de focinho achatado e olhos grandes, eram tratados como membros da realeza: tinham os seus próprios serviçais, guardas a escoltá-los e aposentos luxuosos. A raça, considerada sagrada, está associada a mitos e lendas chinesas – até há uma que garante que à entrada do Céu existem dois pugs.

Um pug no palácio de Versalhes
Da China, estes animais fiéis e dóceis estenderam-se ao Japão e só em finais do século XVI chegaram à Europa, tendo sido logo adoptados por muitas casas reais. Na Holanda, a raça passou a ser a oficial da Casa de Orange depois de, supostamente, Pompeu, o pug do príncipe William, o ter avisado, enquanto ele dormia, da invasão dos espanhóis, em 1572. Maria Antonieta foi uma das Rainhas que popularizaram os pugs. Na adolescência, a arquiduquesa da Áustria tinha um destes cães, do qual era inseparável, e quando, em 1770, com 15 anos, foi para França para se casar com Luís VXI não a deixaram levar o seu fiel Mops. Na época, o cão não era considerado um animal de companhia apropriado para uma Rainha, já que podia sujar os vestidos de luxo. Mas após muita insistência conseguiu reaver a mascote, que corria atrás dela pelos longos corredores do palácio de Versalhes.

Mais tarde, Josefina Bonaparte também teve um pug de estimação. Mas Fortuna era tão mimado por ela que o Imperador Napoleão só o queria à distância. Catarina, a Grande, Imperatriz da Rússia, criou pugs, mas Vitória de Inglaterra, que era completamente apaixonada pela raça, é que contribuiu decisivamente para o seu desenvolvimento, no século XIX. A Rainha fazia criação destes cães e chegou a ter 36. Quando o seu preferido, Bosco, morreu, ela mandou construir um mausoléu em Frogmore House, a sua casa de campo em Berkshire. Na lápide, pode ler-se: "Bosco, o cão favorito de Sua Alteza Real."

O duque e a duquesa de Windsor (na foto) foram provavelmente os mais fanáticos por pugs. Os seus cães acompanhavam-nos em muitos eventos sociais e as suas casas estavam decoradas com todo o tipo de objectos em que surgiam representados. Hoje, são as celebridades que gostam de aparecer com os seus pugs – mostrando em geral que os rodeiam de cuidados e mimos e caprichando na escolha dos nomes.



A desfilar na ModaLisboa
Se Valentino prefere a letra M, a actriz Jessica Alba chamou ao seu casal Sid e Nancy, uma referência óbvia a Sid Vicious, da banda Sex Pistols, e à namorada Nancy Spungen, que ele assassinou em 1978. Em Portugal, a actriz Sofia Ribeiro (na foto) apaixonou-se há cinco anos pelo seu pug, que já desfilou na ModaLisboa: viu-o numa montra e houve alguém que lho ofereceu. Chamou-lhe Thai porque tinha voltado pouco antes de uma viagem à Tailândia.



Prós e contras dos pugs
Peritos em cães sublinham que nem tudo são vantagens
Tranquilo Na idade adulta têm menos necessidade de ir à rua
Portátil Pesam entre 6 e 8 quilos e têm 25 a 28 cm de altura
Frágil Por causa do focinho curto podem desenvolver problemas respiratórios
Glutão Comem sem parar e têm tendência para a obesidade

 

http://www.sabado.pt/social/internacional/detalhe/pug_o_cao_preferido__das_celebridades_e_da_realeza.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

autoria Sandra P. às 08:05


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Quem sou eu

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31