Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Terapias



Quinta-feira, 15.10.15

Luaty Beirão, quem é o rapper que está em greve de fome e preso em Luanda?

Luaty Beirão, 33 anos, ativista e músico, conhecido no meio artístico como Ikonoklasta ou Brigadeiro Mata Frakuzx, está em greve da fome, em Angola, há 21 dias. As autoridades angolanas não deixam o rapper receber visitas. Apenas a mãe tem autorização para o visitar.

O site Rede Angola escreve que o Luaty já perdeu mais de 10 kg desde que o início da greve da fome. O irmão do rapper confirma que o músico e ativista está muito debilitado e que chegou a desmaiar. A situação é grave e desde terça-feira que não consegue beber água devido a sentir o estômago a arder.

O caso remonta ao dia 20 de Junho quando um grupo de 14 jovens foi detido numa casa em Vila Alice, um bairro de Luanda, antes de uma reunião para debater a situação política do país e a resistência não violenta à opressão.

Os jovens foram levados sem mandado de captura por alegada "perturbação da ordem pública" e continuam presos em diferentes cadeias. As informações mais recentes dão conta que Luaty foi transferido para um hospital prisão devido ao seu estado debilitado.

Ao longo dos últimos dias realizaram-se em Angola e também em Portugal, vigílias de solidariedade para com Luaty Beirão (ver fotos).

A Amnistia Internacional Portugal tem uma petição online , com o título "Greve de fome em protesto por detenção arbitrária" onde apela que integridade física de todos os activistas seja respeitada e que a perseguição e intimidação de ativistas de direitos humanos no país termine. 

 

Várias figuras públicas portuguesas fizeram questão de mostrar a sua solidariedade nas redes sociais através da hashtag #liberdadejá .

 

Do grupo de detidos, Luaty Beirão, ou Ikonoklasta, será o mais conhecido fora de Angola. Aquilo que pretende com a greve de fome é que tanto ele como os outros jovens detidos possam aguardar julgamento em liberdade.

 

O jovem é um dos pioneiros do movimento anti-governamental apartidários angolanos. O rapper mobilizou o país, a partir de um espectáculo música, para a primeira manifestação de 7 de Março de 2011, que exigia a demissão de José Eduardo dos Santos.

 

 

Recorde a entrevista feita por António Paulo do Novo Jornal. Neste vídeo Luaty fala das suas motivações para aderir às manifestações populares que têm ocorrido em Luanda.

 

O Movimento Revolucionário Angolano é composto por jovens, na maioria estudantes, que têm organizado manifestações onde alertam para a violação dos direitos humanos e para a falta de justiça social. São vários os rappers que através das letras das músicas criticam a violência policial.

 

Nas palavras do Ikonoklasta os rappers e o hip hop devem chamar a atenção, através da música, para diferentes problemas do quotidiano: "Tu vens do Hip-Hop, daquilo a que se pode chamar o Hip-Hop verdadeiro, underground por natureza. O Hip-Hop é político, foi assim que surgiu, como uma arma, um meio para expressar a revolta. Desde Dead Prez, passando por Chullage, até ao Mc K, são vários os mc's e os temas que nos fizeram pensar, que nos despertaram a consciência para problemas urgentes da sociedade. A cena em Angola pareceu-me ser bastante interessante e original. Num concerto em que estive, a sala estava cheia de pessoal atento às letras e havia vários rappers a rimarem sobre o quotidiano e a vida do povo, o que só por si já é uma denúncia da pobreza em que as pessoas vivem. Estarei a romantizar? Ou poderá o movimento de Hip-Hop angolano ser também um movimento de resistência? O movimento Hip Hop angolano é a força motriz por detrás desta juventude que agora começa a rasgar a manta do medo e a gritar a plenos pulmões JOSÉ EDUARDO FORA!" disse em entrevista ao Jornal Mapa.

 

Para a próxima quarta-feira, dia 14 de outubro, está prevista uma nova concentração de apoio ao grupo de ativistas detidos em Angola, 17h30, em frente ao gabinete português do Parlamento Europeu. A vigilia está, depois, marcada para as 18h30 na praça do Rossio, em Lisboa, para pedir a libertação de Henrique Luaty da Silva Beiro, Manuel Chivonde (Nito Alves), Nuno lvaro Dala, Afonso Mahenda Matias (Mbanza Hanza), Nelson Dibango Mendes dos Santos, Itler Jessy Chivonde (Itler Samussuko), Albano Evaristo Bingocabingo, Sedrick Domingos de Carvalho, Fernando Antnio Toms (Nicolas o Radical), Arante Kivuvu Italiano Lopes, Benedito Jeremias, Jos Gomes Hata (Cheick Hata) e Inocêncio Antnio de Brito.

Ler mais: http://visao.sapo.pt/luaty-beirao-quem-e-o-rapper-que-esta-em-greve-de-fome-e-preso-em-luanda=f833143#ixzz3oLcAa8Yh

Autoria e outros dados (tags, etc)

autoria Sandra P. às 08:18




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031